Novidades

Início > Novidades > Entenda a Soldagem a Frio por Pressão

Entenda a Soldagem a Frio por Pressão

  • Minas Gerais mg Extrema ver
  • Minas Gerais mg Poços de Caldas ver
  • Minas Gerais mg Pouso Alegre ver
  • São Paulo sp Atibaia ver
  • São Paulo sp Campinas ver
  • São Paulo sp Itatiba ver
  • São Paulo sp Jundiai ver
  • São Paulo sp Limeira ver
  • São Paulo sp Mogi Guaçu ver
  • São Paulo sp Paulinia ver
  • São Paulo sp Piracicaba ver
  • São Paulo sp São Paulo ver
  • São Paulo sp Sorocaba ver

No nosso artigo sobre soldagem espacial, explicamos que o conceito da soldagem a frio nada mais é do que a junção de dois metais que tem o mesmo tipo de propriedade através do vácuo, porém, a soldagem a frio no ambiente atmosférico, também conhecida como soldagem a frio por pressão, funciona um pouco diferente.

O que é soldagem a frio por pressão

A soldagem a frio por pressão nada mais é do que um processo de colagem, onde assim como no espaço, duas peças se transformam em uma única através de uma pressão intensa que é aplicada sob elas por matrizes ou rolos, sem o auxílio de energia térmica e sob condições normais do ambiente.

Esta técnica não depende do calor para alcançar seu resultado final e alterar o estado dos itens a serem soldados, que permanecem em estado sólido durante todo o processo. Porém, nem todos os metais permitem que este tipo de fusão ocorra devido à suas propriedades e à quantidade de oxigênio dentro de suas camadas externas. Além disso, para a conservação da solda resultante do processo a frio por pressão é necessário que as peças não sejam expostas a ambientes ricos em oxigênio.

História

Apesar de ser utilizada em estruturas espaciais, a soldagem por pressão em temperatura ambiente já era utilizada desde 3000 AC, por egípcios que preparavam o ferro a ser utilizado martelando uma esponja de metal e realizando a solda através de suas partículas incandescentes. Os ferreiros também utilizam ferro forjado por martelo há séculos, porém é utilizado o calor para este tipo de solda.

A verdadeira solda sob pressão a frio surge no Reino Unido, mais precisamente na Grã-Bretanha, no final da Idade do Bronze, cerca de 700 AC. Foram encontradas caixas de ouro feitas através deste processo durante escavações.

Porém, cientificamente foi publicada apenas em 1724, pelo Reverendo J Desaguiliers, que demonstrou o fenômedo à Royal Society, e publicou artigos sobre sua descoberta onde duas bolas de chumbo se uniriam se pressionadas uma à outra com força.

Aplicações

Em alguns casos o calor pode ser utilizado na soldagem por pressão, porém é utilizado com o fim de deixar o metal mais maleável, mas o material não chega a ser fundido. Devido à suas limitações, o processo de soldagem a frio por pressão é normalmente utilizado em estruturas que serão implantadas fora da atmosfera, ou seja, fora do planeta Terra, assim como satélites e veículos espaciais.