Novidades

Início > Novidades > Formas de Aumentar o Tempo de Soldagem Durante a Operação

Formas de Aumentar o Tempo de Soldagem Durante a Operação

  • Minas Gerais mg Extrema ver
  • Minas Gerais mg Poços de Caldas ver
  • Minas Gerais mg Pouso Alegre ver
  • São Paulo sp Atibaia ver
  • São Paulo sp Campinas ver
  • São Paulo sp Itatiba ver
  • São Paulo sp Jundiai ver
  • São Paulo sp Limeira ver
  • São Paulo sp Mogi Guaçu ver
  • São Paulo sp Paulinia ver
  • São Paulo sp Piracicaba ver
  • São Paulo sp São Paulo ver
  • São Paulo sp Sorocaba ver

Os sistemas avançados de gerenciamento de informações de soldagem podem ajudar as empresas a aumentar o tempo de soldagem, e, da mesma forma, podem dar às empresas a capacidade de analisar e reduzir o tempo de inatividade e avaliar as atividades não relacionadas à soldagem. Combinada, essa funcionalidade pode levar a maiores eficiências na operação de soldagem e à produção de mais peças em menos tempo.

Ao procurar melhorar qualquer operação de soldagem, as empresas devem lembrar que a busca por maior produtividade não deve ser andar separada da procura por melhorar a qualidade. Produzir mais peças por dia só é benéfico se essas peças forem bem feitas.

Os sistemas avançados de gerenciamento de informações de soldagem dão suporte a ambos os objetivos, fornecendo à gerência dados em tempo real que os capacita a avaliar as operações de soldagem de sua empresa e impulsionar a melhoria contínua.

Os sistemas de gerenciamento rastreiam e analisam com cuidado:
- Tempo de arco;
- Taxas de deposição de soldagem;
- Taxa de transferência;
- Tempo de ciclo;
- Atividades de valor e sem valor agregado.

O uso desses sistemas para encontrar formas de aumentar o tempo de arco na operação de soldagem é valioso, mas há mais para melhorar o rendimento do que gastar mais tempo soldando.

Ter a capacidade de analisar e reduzir o tempo de inatividade, além de otimizar e avaliar atividades não relacionadas à soldagem, também é essencial para manter níveis elevados de produtividade.

As empresas também podem usar sistemas de gerenciamento para avaliar a eficácia de sua escolha em cargas metálicas e taxas de deposição (por exemplo, velocidades de alimentação de arame) para garantir que os operadores de soldagem sejam tão eficientes e produtivos quanto possível.

Em outras palavras, eles podem examinar se os operadores de soldagem estão em velocidades ideais de deslocamento, ao mesmo tempo em que minimizam as condições de sobre ou sub soldagem, o que ajuda a manter os custos baixos.

 

Analisando e melhorando as atividades pré-solda

Para aumentar o tempo de arco e a produtividade, é necessário que haja processos de pré-soldagem eficientes. Embora certas atividades de pré-soldagem sejam essenciais, elas ainda podem ser simplificadas.

Os sistemas de gerenciamento podem ajudar a identificar quais atividades de pré-soldagem estão ocorrendo e ajudam a identificar quais atividades devem ou não estar acontecendo.

Examinando essas atividades, a gerência pode determinar se o tempo gasto em atividades de pré-soldagem é razoável ou se há espaço para melhoria e, em caso afirmativo, onde essa melhoria precisa ser feita.

Em alguns casos, pode ser a montante na operação. Por exemplo, os dados podem revelar que os operadores de soldagem gastam uma quantidade excessiva de tempo aguardando peças ou preparando juntas que requeiram remoção da escala de usinagem. Se este for o caso, a gerência pode tomar medidas para resolver as atividades que ocorrem antes de uma peça atingir a operação de soldagem.

Tais análises e ações ajudam a identificar e manter a prestação de contas nos respectivos departamentos responsáveis. Elas também podem fornecer aos gerentes uma visão para melhorar a operação geral. Para apoiar ainda mais as atividades que ocorrerão posteriormente na célula de solda, os sistemas de gerenciamento ajudam a padronizar as instruções de trabalho, identificando quais peças um operador de soldagem precisa, além de números de peças e quantidades. Isso garante que o operador tenha todas as partes corretas e necessárias para concluir sua tarefa.

Além disso, esses sistemas podem fornecer detalhes sobre como carregar a peça adequadamente e fornecer um procedimento de soldagem que garanta a consistência no dimensionamento da solda. Ao oferecer insights sobre essas atividades, os operadores são levados a realizar uma solda de alta qualidade.

 

Melhorando a eficiência no local de soldagem

A fim de aumentar o tempo de arco e a produtividade, é essencial ter uma compreensão do que está acontecendo no local de soldagem quando o operador não está realmente soldando. Isto é especialmente importante, uma vez que em muitos casos o tempo de arco em uma operação de soldagem é geralmente muito menor do que se poderia esperar.

Os sistemas de gerenciamento podem ajudar a identificar onde há espaço para melhorias. Eles podem ser usados ​​para reunir informações sobre cada atividade e determinar se essas atividades precisam ocorrer dentro de uma célula de solda, ou talvez, podem ser tratadas de forma mais eficiente e econômica em outros lugares.

Em muitos casos, as atividades de não soldagem são inestimáveis ​​para o processo de soldagem, mas nem todas as tarefas precisam ser executadas por um operador qualificado de soldagem.

Por exemplo, em vez de ter um operador profissional de soldagem preparando peças - o que poderia resultar em menor tempo de arco - uma empresa poderia designar um funcionário dedicado a essa tarefa para liberar o valioso tempo de soldagem para vários operadores.

Os sistemas de gerenciamento também permitem que os indiquem quando as trocas de consumíveis ocorrem como outro meio para identificar atividades que não sejam de soldagem e gerar maiores eficiências.

Esse recurso permite que o gerenciamento identifique se os operadores de soldagem estão substituindo os consumíveis com muita frequência e se a mudança para um produto de maior qualidade e maior durabilidade pode ser uma solução mais econômica e contribuir para maior tempo de arco. Da mesma forma, a troca de arame também pode ser monitorada.

 

 Analisando e validando a produtividade

Os sistemas de gerenciamento podem monitorar as velocidades de alimentação do arame e as taxas de deposição, fornecendo insights sobre como os parâmetros de ajuste podem produzir melhores resultados.

O uso de ferramentas de cálculo de custos em conjunto com um sistema gerenciamento pode fornecer às empresas uma base na qual elas podem medir e validar quaisquer melhorias que fizerem, em vez de analisá-las de forma manual.

Isso permite que os gerentes acompanhem, em tempo real, se as mudanças implementadas estão realmente beneficiando a operação de soldagem. Por exemplo, um sistema de gerenciamento pode rastrear taxas de deposição para ajudar a determinar quão mais eficiente uma operação de soldagem seria ao usar um metal de adição diferente, como um fio metálico - um produto capaz de aumentar as taxas de deposição e velocidades de deslocamento, geralmente de 15 a 20%.

Esses sistemas podem, então, examinar tempos de arco e comparar todo o tempo de ciclo do trabalho com tempos de ciclo antigos para calcular exatamente quão mais produtiva é a operação após essa conversão do arame. 

É importante analisar todos esses fatores, pois pode haver cenários em que taxas mais altas de deposição resultem em menos tempo de arco devido às velocidades de deslocamento mais rápidas. Nesse cenário, o objetivo seria manter o arco atual no tempo junto com as taxas de deposição mais altas que podem gerar tempos de ciclo mais baixos e aumentar a produtividade.

 

Definição de parâmetros e ganho de eficiência

Os sistemas de gerenciamento podem ajudar as empresas a melhorar a qualidade geral de seus produtos, garantindo que os operadores de soldagem sigam os padrões e diretrizes apropriados.

Eles podem monitorar e ajudar a controlar a entrada de calor, reduzir a distorção e minimizar as condições de soldagem, rastreando a duração e a deposição da solda, reduzindo os custos de mão-de-obra e os resíduos de arame e melhorando o rendimento.

Por exemplo, se um operador de soldagem precisa fazer uma solda de 10 polegadas, pode-se calcular (com base no tamanho, comprimento e velocidade de alimentação do arame) quanto tempo a solda deve levar para completar. O gerenciamento pode programar o sistema para dar aos operadores de soldagem uma janela de tempo para completar a solda, de modo que eles não fiquem acima ou abaixo da duração prescrita. Isso garante que:

  1. a solda esteja no lugar;
  2. que a solda tenha o tamanho adequado.

Como alguns procedimentos de soldagem permitem uma faixa de velocidade de alimentação de arame e os operadores podem preferir operar em diferentes velocidades de alimentação dentro dessa faixa, uma empresa pode configurar o sistema para rastrear a deposição em vez de rastrear a duração e obter o mesmo resultado.

Os sistemas de gerenciamento protegem contra erros, fornecendo aos operadores de soldagem sequências guiadas que os conduzem passo a passo ao longo de todo o processo.

Os operadores de soldagem devem terminar cada solda, na ordem correta, antes de prosseguir para a próxima. Os sistemas podem alertar os operadores de soldagem sobre soldas perdidas, sequências incorretas e sobre ou sub-soldagem, e quando violaram um parâmetro de soldagem predeterminado.

Qualquer solda ou peça não conforme pode ser sinalizada e um alerta pode ser imediatamente enviado ao departamento apropriado para resolver o problema antes que a peça saia da célula de soldagem. Esse recurso permite o controle de qualidade imediato e a correção rápida de erros.

O gerenciamento também pode definir sistemas para selecionar automaticamente o programa adequado e predeterminar o conjunto de parâmetros de soldagem que um operador deve usar para cada solda ao longo do processo, o que pode ser diferente de uma solda para a próxima. Isso economiza tempo dos operadores de soldagem alterando automaticamente os programas e parâmetros em todo o procedimento de soldagem para os valores prescritos. Também evita que o operador tenha que voltar para a máquina para fazer alterações manualmente.

 

Impulsionando a linha de fundo

Além de determinar como melhorar o tempo de arco e a produtividade, os sistemas de gerenciamento podem rastrear custos para ajudar as empresas a se tornarem mais lucrativas. Esses sistemas podem criar relatórios detalhados sobre contagens de peças, tempo real, eficiência do equipamento e muito mais.

Usando as informações coletadas por esses sistemas sofisticados, as empresas estão mais bem armadas para tomar decisões sobre como melhorar seus processos, reduzir custos e promover melhorias contínuas.

No final, os sistemas de gerenciamento fornecem uma maneira de analisar de forma geral a operação de soldagem, para que gerentes e diretores possam otimizar todo o processo e confirmar que seus esforços estão, de fato, economizando tempo e dinheiro.

Eles também permitem que os operadores de soldagem tomem maior controle sobre a operação e ajudem a melhorar a empresa - e, em última análise, o resultado final.