Novidades

Início > Novidades > Resumo: Soldagem e Seus Processos

Resumo: Soldagem e Seus Processos

  • Minas Gerais mg Extrema ver
  • Minas Gerais mg Poços de Caldas ver
  • Minas Gerais mg Pouso Alegre ver
  • São Paulo sp Atibaia ver
  • São Paulo sp Campinas ver
  • São Paulo sp Itatiba ver
  • São Paulo sp Jundiai ver
  • São Paulo sp Limeira ver
  • São Paulo sp Mogi Guaçu ver
  • São Paulo sp Paulinia ver
  • São Paulo sp Piracicaba ver
  • São Paulo sp São Paulo ver
  • São Paulo sp Sorocaba ver
Em busca de compartilhar informações úteis sobre processos de soldagem e como eles funcionam, nós da Aventa criamos muitos artigos sobre cada processo de soldagem e suas aplicações nos últimos meses.
 
Com o fim de consolidar as informações em apenas um artigo, fizemos um resumo dos conceitos de soldagem que discutirmos até aqui e os principais processos.
 

Conceito de Soldagem

O conceito de soldagem se resume em um processo de união de materiais, mais especificamente metais, extensivamente utilizado no setor industrial de inúmeros segmentos, tanto na fabricação como manutenção e recuperação de peças tanto nos produtos fabricados como nos equipamentos e estruturas que fazem parte do processo de fabricação.

Processos de Soldagem

Para cada necessidade e aplicação existe um processo adequado e um nível de complexidade ou dificuldade de união diferente, sendo ele baseado em alguns fatores como soldabilidade, temperatura necessária para atingir o ponto de fusão e composição química dos metais a serem soldados.

História da Soldagem

A história da soldagem também é antiga, sendo ela iniciada através da prática de forjamento há mais de dois mil anos, porém, apenas no século XIX processos como o da soldagem por arco elétrico, TIG, MIG e MAG surgiram.
 
Hoje a indústria conta com mais de 50 processos diferentes, que podem ser aplicados de inúmeras formas, desde micro componentes eletrônicos até enormes estruturas como em construções, navios, tubulações e encanamentos.
 
Algumas áreas que mais utilizam da soldagem são: construção naval, civil, ferroviária, aeronáutica, automobilística, eletrônica e metalúrgica.

Vantagens da Soldagem

- Versatilidade na operação (manual ou automática);
- Qualidade e durabilidade nas juntas;
- Variedade de processos e aplicações;
- Variedade de materiais;
- Estaqueabilidade;
- Custos variados e razoáveis;
- Alta suportabilidade;
 
Como podemos observar, a soldagem é um processo de muitas vantagens, porém, não necessariamente simples.
 
Para cada processo existe um tipo de equipamento específico e mão de obra capacitada de acordo com a necessidade.
 
 
Para que a soldagem ocorre é importante que os materiais atendam aos parâmetros físicos e químicos necessários para a fusão dos mesmos.
 
Alguns processos de soldagem necessitam além do material base, um material de adição que nada mais é do que um material que é utilizado para o enchimento da junta que deve ser sempre da mesma natureza das partes e funciona como uma espécie de “cola” entre os materiais base, preenchendo a folga entre as superfícies.
 
Os processos de soldagem são classificados entre:
 
1.Soldagem por Fusão
  • Soldagem à chama;
    - Oxi-Gás;
  • Soldagem elétrica por arco voltaico (encoberto ou descoberto);
    - Por Eletrodo Revestido;
    - Soldagem TIG;
    - Soldagem Plasma;
    - Soldagem a Arco Submerso(descoberto);
    - Soldagem MIG MAG;
    - Soldagem sob Escória Eletrocondutora;
    - Soldagem com Eletrodo Tubular;
  • Banho de Escória;
  • Aluminotérmica;
  • Bombardeamento Eletrônico;
  • Raio Laser;
2. Soldagem por Pressão
  • Soldagem por Resistência;
    - Soldagem por Ponto;
    - Soldagem por projeção;
    - Soldagem por Costura;
    - Soldagem a Topo por Resistência;
  • Soldagem por Centelhamento;
  • Soldagem por Fricção;
  • Soldagem por Ultrassom;
  • Soldagem a Frio;
  • Soldagem por Difusão;
  • Soldagem por Explosão;